San Marino-1993: o auge para o veteraníssimo Philippe Alliot

Com quase 39 anos, Philippe Alliot conquistou o 5º lugar no GP de San Marino: melhor resultado na carreira

Com quase 39 anos, Philippe Alliot conquistou o 5º lugar no GP de San Marino: melhor resultado na carreira

Ele já tinha passado dos 38 anos. Completaria 39 em 27 de julho daquele ano. Em seu currículo, carregava 96 GPs. O máximo que havia conquistado até a manhã de 25 de abril de 1993 eram cinco sextas colocações. A última delas tinha ocorrido no GP da Espanha de 1989, em Jerez de la Frontera. Philippe Alliot desembarcou despretensiosamente em Imola, na Itália, para a disputa do GP de San Marino. Era a quarta etapa do Mundial. Quarta corrida depois de ficar dois anos longe do ‘circo’. Por que o francês desencantaria no veloz circuito italiano? Certas coisas só acontecem na Fórmula 1, diria o filósofo.

Alliot iniciou a carreira em 1984 na RAM. Na pequena escuderia, mais abandonava do que chegava à bandeira quadriculada. Para se ter uma ideia, entre 1984 e 1985, dos 26 GPs que participou, completou somente quatro. Com o término das atividades da RAM no fim de 1985, o francês se viu a pé. Só voltou a ter uma oportunidade na segunda metade da temporada de 1986 pela Ligier – Philippe substituiu o compatriota Jacques Lafitte, que após um grave acidente no GP da Inglaterra de 1986, decidiu encerrar a carreira. Nesse período, obteve seu primeiro sexto lugar, no GP do México.

Em 109 GPs disputados na Fórmula 1, Alliot abandonou 66 deles e pontuou em apenas seis

Em 109 GPs disputados na Fórmula 1, Alliot abandonou 66 deles e pontuou em apenas seis

Em 1987, partiu para a Lola. Diante das dificuldades de uma equipe que passava por um extenso processo de estruturação, Alliot teve um bom desempenho naquele ano: obteve três sextos lugares, anotando três pontos. Em 1988 e 1989, Philippe sofreu com o péssimo equipamento. Também ficou marcado por acidentes, sobretudo o sofrido durante os treinos para o GP do México de 1988. O único alento para o francês foi o sexto lugar em Jerez-1989.

Em 1990, retornou para a Ligier para substituir o veterano René Arnoux, que se aposentou ao fim da temporada anterior. Para o azar de Alliot, a equipe viveu o pior ano de sua história naquela temporada. Não anotou nenhum ponto. Ao final de 1990, já com 36 anos, Philippe viu as portas fechadas. Parecia o fim da linha para o veterano na Fórmula 1. Entre 1991 e 1992, passou a disputar o Mundial de Protótipos. Alliot obteve bons resultados pela Peugeot. Quando menos esperava, ao final de 1992, recebeu um convite da Larrousse para retornar à categoria máxima do automobilismo.

No GP do Brasil, em Interlagos, Alliot obteve um convincente sétimo lugar

No GP do Brasil, em Interlagos, Alliot obteve um convincente sétimo lugar

Para espanto de Alliot, a Larrousse contava com um bom equipamento. O francês andou entre os 10 primeiros em Kyalami, mas abandonou após escapar da pista sul-africana. No Brasil, flertou com os pontos, mas teve que se contentar com o sétimo lugar em Interlagos. Em Donington Park, se envolveu em um acidente quando também era sétimo. Mesmo assim, a Larrousse seria testada definitivamente em Imola, uma vez que carregava o potente, mas não tão confiável, motor V12 da Lamborghini.

Nos treinos para o GP de San Marino, Alliot ficou para trás. Anotou 1m25s482, ficando na discreta 15ª colocação no grid, a 3s412 do pole Alain Prost (Williams). Seu companheiro de Larrousse, Erik Comas, foi 17º, com 1m26s279. Logo, a corrida para a dupla da Larrousse não seria lá emocionante, certo? Ledo engano. Com a chuva que caiu antes da largada, a prova em Imola se tornou uma loteria. Após o apagar da luz verde, Alliot foi para 12º. Na volta 7, a pista, mais seca, obriga os pilotos a irem aos boxes. Neste momento, Gerhard Berger (Ferrari), deixa a corrida. No retorno à pista, Philippe subiu para a 11ª posição.

Com o passar das voltas, a pista de Imola secou, trazendo dificuldades para a Larrousse de Alliot

Com o passar das voltas, a pista de Imola secou, trazendo dificuldades para a Larrousse de Alliot

Porém, a Larrousse daria sinais de desequilíbrio na pista seca. Na volta 17, Alliot caiu para o 13º lugar após ser superado por Alessandro Zanardi (Lotus) e Fabrizio Barbazza (Minardi). A partir daí, Phillipe tratou de carregar seu carro com paciência. E foi premiado por isso. Na volta 37, o francês superou Barbazza. A partir daí, contou com os abandonos de Jean Alesi (Ferrari), Ayrton Senna (McLaren), Karl Wendlinger (Sauber) e Zanardi para figurar na zona de pontuação na volta 54.

Na volta 58, o quinto lugar cairia do céu graças a quebra de motor de Johnny Herbert (Lotus). Ao final, Prost venceria, seguido por Michael Schumacher (Benetton), Martin Brundle (Ligier) e JJ Lehto (Sauber). Barbazza seria o sexto com Minardi. Porém, o grande feito foi de Philippe Alliot. Aos 38 anos, ele alcançava o melhor resultado na carreira. Antes tarde do que nunca…

Advertisements

Sobre contosdaf1

Desde 1981, um amante de automobilismo. E veio desde o registro, quando no cartório seu pai foi questionado se queria colocar o nome "Willians" no garoto. "Esse é o nome de uma escuderia. Pode dar problema para ele no futuro", disse a escrivã. Hoje em dia, a equipe Williams voltou a se destacar, enquanto o menino segue o destino. Jornalista, nascido em Santos, cobriu os GPs do Brasil de 2005 a 2009 em Interlagos pelo jornal A Tribuna. Acompanha a Fórmula 1 religiosamente desde 1986. Pretende fazer isso até seus últimos dias. Afinal, o faz desde o primeiro.
Esta entrada foi publicada em Alessandro Zanardi, Erik Comas, Fabrizio Barbazza, Jacques Lafitte, JJ Lehto, Karl Wendlinger, Larrouse, Ligier, Lola, Martin Brundle, Phillipe Alliot, RAM, René Arnoux. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s