EUA-1971: o ápice de Howden Ganley e a maldição do pódio

A bordo de uma BRM, o neozelandês Ganley ficou em 4º no GP dos EUA de 1971

A bordo de uma BRM, o neozelandês Ganley ficou em 4º no GP dos EUA de 1971

Os anos 1970 foram os mais trágicos da Fórmula 1. Vários pilotos perderam a vida dentro de um cockpit da categoria máxima do automobilismo naquela década. Curiosamente, tal sina abateu o trio que subiu ao pódio do GP dos Estados Unidos de 1971. Porém, o personagem deste texto ficou na quarta posição no circuito de Watkins Glen. Para azar de Howden Ganley, ele não ficou no top 3 por 12 segundos. Para sorte do neozelandês, foi o melhor resultado de sua carreira. De quebra, está vivo para celebrar o feito.

Ganley seguiu a tradição da Nova Zelândia em levar pilotos para o circo. Gente do calibre de Denny Hulme, Bruce McLaren e Chris Amon se aventurou nas pistas mundo afora. Howden se incorporou à turma e mergulhou nas categorias de base do automobilismo na Europa em 1967. Naquele ano, Hulme sagrava-se campeão do mundo. Em 1970, chamou a atenção ao ser vice-campeão europeu da antiga Fórmula 5000, ficando atrás do britânico Peter Gethin, que já corria na Fórmula 1 naquele ano.

Ganley entrou na Fórmula 1 após ser vice-campeão da Fórmula 5000 em 1970

Ganley entrou na Fórmula 1 após ser vice-campeão da Fórmula 5000

O feito na Fórmula 5000 lhe garantiu o prêmio Bruce McLaren de maior revelação neozelandesa das pistas de 1970 – justamente o ano em que McLaren morreu. O reconhecimento surtiu resultado em 1971: conseguiu uma vaga na Fórmula 1 na BRM. No início daquele, Ganley era o terceiro piloto da equipe – à época intitulado de “júnior”. Os pilotos oficiais do time eram o mexicano Pedro Rodriguez e o suíço Jo Siffert. Ambos não terminariam o ano na escuderia – Rodriguez morreria a bordo de um protótipo da Ferrari em Norisring, na Alemanha, em julho, enquanto Siffert… descubra adiante.

Howden passaria a temporada aprendendo com Rodriguez e Siffert. Com a morte de Pedro, a vaga na BRM acabou ocupada por Gethin, justamente seu rival da Fórmula 5000. Apesar da perda do mexicano, a escuderia emplacou vitórias consecutivas nos GPs da Áustria e da Itália. Em Osterreichring, o triunfo foi de Jo. Em Monza, a quase glória de Ganley – o neozelandês ficou a 0s6 do vencedor, Gethin, mas terminaria apenas em quinto naquela que é considerada a chegada mais apertada da história da Fórmula 1.

Ganley (de branco) à frente de Fittipaldi e Peterson: exibição de gala em Glen

Ganley (de branco) à frente de Fittipaldi e Peterson: exibição de gala em Glen

Na 11ª e última etapa da temporada, em Watkins Glen, o título já estava assegurado por Jackie Stewart (Tyrrell). Apesar disso, todos queriam se despedir de 1971 com estilo. Howden Ganley era um deles. O neozelandês alinhou seu BRM na 12ª posição. Dentro de seu time, foi apenas superado por Siffert, o primeiro piloto da equipe, sexto lugar no grid. O austríaco Helmut Marko sairia em 16º, enquanto Gethin era apenas o 21º.

O início do GP dos Estados Unidos foi conturbado para Ganley. Desde o começo, travou um duelo com o sueco Ronnie Peterson (March). Na volta 12, Emerson Fittipaldi (Lotus) enfrentou problemas e caiu para as últimas posições, fazendo Howden subir para o nono lugar. Na 33, o neozelandês da BRM contaria com o compatriota Denny Hulme (McLaren), que também encarou dificuldades e despencou na classificação, para assumir a oitava colocação. Duas passagens seguintes, Clay Regazzoni (Ferrari) foi para os boxes. A parada do suíço fez Ganley alcançar a sétima posição.

Melhor momento de Ganley na prova foi a ultrapassagem sobre Stewart

Melhor momento de Ganley na prova foi a ultrapassagem sobre Stewart

Ganley apertou o ritmo para chegar à zona de pontuação. Na volta 47, partiu para cima de Mike Hailwood (Surtees), ultrapassando o britânico para assumir o sexto lugar. Duas voltas depois, Jacky Ickx (Ferrari) abandonaria a prova. Howden era o quinto. Mas o melhor estava por vir: o neozelandês da BRM se aproximou do então bicampeão Stewart. Na 53, superou Jackie e assegurou o quarto lugar. Apesar do bom ritmo, estava distante dos três primeiros. Mas não era motivo para lamentar: com os três pontos de Watkins Glen, somou cinco na temporada e foi o melhor estreante de 1971.

O vencedor do GP dos Estados Unidos de 1971 foi François Cevert (Tyrrell). Essa seria a única vitória do francês na Fórmula 1. Dois anos depois, no mesmo circuito de Watkins Glen, Cevert morreria nos treinos para o GP dos Estados Unidos de 1973. A segunda posição ficou com o companheiro de Ganley na BRM, Jo Siffert. O suíço faleceria em 24 de outubro de 1971, três semanas depois do pódio obtido em Glen, numa prova extraoficial em Brands Hatch. Em terceiro, Peterson, que morreu após acidente na largada do GP da Itália de 1978.

Howden Ganley não foi ao pódio naquele 3 de outubro de 1971. Mas pôde celebrar a melhor corrida da carreira e o fato de ter sobrevivido à Fórmula 1 dos anos 1970.

Anúncios

Sobre contosdaf1

Desde 1981, um amante de automobilismo. E veio desde o registro, quando no cartório seu pai foi questionado se queria colocar o nome "Willians" no garoto. "Esse é o nome de uma escuderia. Pode dar problema para ele no futuro", disse a escrivã. Hoje em dia, a equipe Williams voltou a se destacar, enquanto o menino segue o destino. Jornalista, nascido em Santos, cobriu os GPs do Brasil de 2005 a 2009 em Interlagos pelo jornal A Tribuna. Acompanha a Fórmula 1 religiosamente desde 1986. Pretende fazer isso até seus últimos dias. Afinal, o faz desde o primeiro.
Esta entrada foi publicada em BRM, Bruce McLaren, Estados Unidos, François Cevert, Howden Ganley, Jo Siffert, Mike Hailwood, Pedro Rodriguez, Peter Gethin, Surtees, Watkins Glen. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s