Alemanha-2012: o despertar de Kamui Kobayashi

Kobayashi celebra a melhor posição de sua carreira em Hockenheim-2012

Kobayashi celebra a melhor posição de sua carreira em Hockenheim-2012

A temporada 2012 tem sido marcada pela consistente performance do mexicano Sergio Pérez. Com um segundo lugar na Malásia e um terceiro no Canadá, o piloto asteca é, disparado, a revelação do ano. O sucesso de Checo relegou Kamui Kobayashi na Fórmula 1. O japonês, que causa furor com suas arrojadas apresentações, se viu em situação difícil dentro da própria Sauber. Com corridas acidentadas, Kamui acabou assistindo de camarote os resultados positivos caírem no colo de Sergio. Mas esse cenário mudou no GP da Alemanha. No circuito de Hockenheim, enfim, o nipônico despertou. O quarto lugar obtido no último domingo representou não só a redenção de Kamui, como também o melhor resultado da vida do piloto na categoria máxima do automobilismo.

Kobayashi chegou no autódromo alemão para realizar a 50ª corrida de sua carreira. Antes, o máximo que havia obtido eram dois quintos lugares – em Mônaco, em 2011, e na Espanha, em 2012. Porém, a festa do japonês aconteceria num fim de semana com clima instável. Na sexta, choveu o dia inteiro; no sábado, choveu, fez sol e caiu uma tempestade. A instabilidade acabou com as possibilidades de Kobayashi e Pérez se classificarem para o Q3. O japonês foi apenas o 13º, uma posição atrás do mexicano. Com a punição a Sergio, que largou em 17º, o nipônico ganhou um posto no grid.

No sábado, a instabilidade atrapalhou as pretensões de Kobayashi na classificação

No sábado, a instabilidade atrapalhou as pretensões de Kobayashi na classificação

Parecia que a dupla da Sauber teria problemas com a pista molhada. Contudo, o tempo se firmou no domingo. Na largada, o japonês seguiu na 12ª posição. Na volta 7, uma troca de posições, aparentemente a pedido da Sauber, poderia comprometer a corrida de Kobayashi – ele cedeu o 10º lugar a Pérez. Mas não foi o que aconteceu. Kamui perseguiu Sergio até a volta 17, quando o mexicano antecipou sua ida aos boxes por problemas nos pneus. Naquele instante, o nipônico assumiu o quarto lugar. Quando fez seu pit stop, na volta 23, era o terceiro.

“No começo da corrida, foi um pouco difícil andar com pneus médios, mas a nossa estratégia foi boa”, analisou Kobayashi após a prova de Hockenheim. E de fato foi, mesmo voltando à pista na 10ª posição naquele momento: Kamui teria pneus mais conservados no duelo particular com Pérez, sétimo no momento. Entre a dupla da Sauber, estavam Mark Webber (Red Bull) e Paul di Resta (Force India). O japonês não se intimidou e, na volta 25, superou o escocês da escuderia indiana. Na volta 30, o outro piloto da Force India, Nico Hulkenberg, desgastou os pneus, e foi ultrapassado pelo pelotão de Pérez, Webber e Kobayashi.

Kamui travou duelos com Hulkenberg, Webber, Di Resta e, sobretudo, Pérez

Kamui travou duelos com Hulkenberg, Webber, Di Resta e, sobretudo, Pérez

Na volta 32, Kamui superou o australiano da Red Bull, alcançando o sétimo lugar. A partir dali, o nipônico intensificou a pressão sobre Sergio. A ultrapassagem veio na volta 37. Na mesma passagem, Michael Schumacher (Mercedes) mudava sua estratégia para três pit stops, o que levou Kobayashi ao quinto lugar. O japonês estendeu o quanto pôde seu stint, e foi aos boxes apenas na volta 43, quando figurava num impressionante quarto lugar. Mas o melhor estava por vir no retorno à pista: Kamui estava à frente de Pérez.

Kobayashi era sétimo, logo atrás de Hulkenberg. Na volta 44, nova ultrapassagem sobre o alemão da Force India. A sexta posição se tornaria quinto lugar com a terceira parada de Schumacher na volta 52. À frente de Kamui, apenas Fernando Alonso (Ferrari), Sebastian Vettel (Red Bull), Jenson Button (McLaren) e Kimi Raikkonen (Lotus). Logo, não havia muito a fazer a não ser segurar a vantagem sobre Pérez, o sexto.

Mascote de Kobayashi 'festeja' no capacete do piloto em Hockenheim

Mascote de Kobayashi ‘festeja’ no capacete do piloto em Hockenheim

“Estou muito feliz pela equipe, que foi capaz de conquistar mais um bom resultado”, celebrou Kobayashi assim que deixou o cockpit de seu Sauber. “Tivemos azar nas últimas duas corridas, e fomos mal na classificação de ontem (sábado). A performance do nosso carro, especialmente no seco, é muito forte. Se nós tivéssemos apenas nos classificado melhor, poderíamos ter alcançado ainda mais hoje (domingo)”.

A comemoração aumentou após o japonês herdar a quarta colocação do GP da Alemanha. A duas voltas do final, Vettel ultrapassou Button usando a parte de fora da pista para superar o britânico. A direção da prova puniu o bicampeão com o acréscimo de 20s em seu tempo final de prova. Com isso, o alemão da Red Bull caiu de segundo para quinto. Bom para Kobayashi, que, enfim, despertou na temporada, e que espera mais na Hungria, no próximo domingo, 29 de julho.

“No passado, nosso carro não foi brilhante em pistas como Hungaroring, mas com o carro deste ano é diferente. O C31 provou ser rápido em pistas desse tipo, então eu acredito que podemos ser fortes lá. Estou ansioso para o que espero que seja uma corrida seca e quente”, decretou Kamui.

O japonês espera uma boa performance da Sauber também em Hungaroring

O japonês espera uma boa performance da Sauber também em Hungaroring

Advertisements

Sobre contosdaf1

Desde 1981, um amante de automobilismo. E veio desde o registro, quando no cartório seu pai foi questionado se queria colocar o nome "Willians" no garoto. "Esse é o nome de uma escuderia. Pode dar problema para ele no futuro", disse a escrivã. Hoje em dia, a equipe Williams voltou a se destacar, enquanto o menino segue o destino. Jornalista, nascido em Santos, cobriu os GPs do Brasil de 2005 a 2009 em Interlagos pelo jornal A Tribuna. Acompanha a Fórmula 1 religiosamente desde 1986. Pretende fazer isso até seus últimos dias. Afinal, o faz desde o primeiro.
Esta entrada foi publicada em Alemanha, Force India, Hockenheim, Kamui Kobayashi, Nico Hulkenberg, Paul di Resta, Sauber, Sergio Pérez. ligação permanente.

Uma resposta a Alemanha-2012: o despertar de Kamui Kobayashi

  1. Marcos Paulo diz:

    Belo post

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s